Concessionárias de Carros Anápolis, Goiás

Concessionárias de Carros em Anápolis. Encontre endereços e telefones de lojas, concessionárias e autorizadas em Anápolis.

Cca Motos
(62) 3943-1305
Praça Americano do Brasil 163
Anápolis, Goiás
 
Moto Peças Nações
(62) 3324-2569
Avenida Pedro Ludovico 520
Anápolis, Goiás
 
Moto Park
(62) 3327-0013
Rua Senador Eugênio Jardim 283
Anápolis, Goiás
 
Motocross Peças
(62) 3099-2610
Avenida Fernando Costa 685
Anápolis, Goiás
 
Boneco Doido Moto Peças
(62) 3513-4436
Avenida JK 255 qd 1 c 2
Nerópolis, Goiás
 
Moto Caldas
(64) 3461-2929
Avenida Egidio Francisco Rodrigues 155 A
Pires do Rio, Goiás
 
Moto Muskitao Moto Pintura
(62) 3321-6018
Rua Senador Eugênio Jardim 354
Anápolis, Goiás
 
Goiás Motos
(62) 3316-4020
Avenida Pedro Ludovico 743 s 3
Anápolis, Goiás
 
Moto Bike
(62) 3943-0947
Avenida Jamel Cecílio 2481 qd 27 lt 1
Anápolis, Goiás
 
Julios Motos Ltda
(64) 3474-1620
Rua José Inácio Correa Filho 99
Orizona, Goiás
 

Concessionárias de Carros

A questão de ter ou não carro volta e meia aparece. O fato é que ter carro tem várias vantagens e outras tantas desvantagens.

O lado bom:

1. Tempo. Ir de carro para os lugares é incrivelmente mais rápido do que ir de ônibus. Para o meu trabalho atual, eu gasto 40 minutos de carro e 2 horas de ônibus (teria que pegar dois).

2. Conforto. No carro, eu vou sempre sentada, controlo a temperatura, não fico escutando conversa dos outros, posso dirigir descalço, não tenho que lidar com tarados.

3. Mobilidade. Com carro, eu posso ir onde quiser, na hora que quiser, passar onde quiser no caminho. Etc.

4. Carregar coisas. Eu tenho praticamente um armário alternativo no carro. Carrego roupa pra ir direto pra correr depois do trabalho, blusa de frio e umas barrinhas de cereal para emergência, roupa para quando durmo na casa do namorado, mochila de tênis, compras etc.

O lado ruim:

1. Custo. Carro custa caro. Tem o preço do carro em si + os impostos e seguro anuais + manutenção + combustível + estacionamento + flanelinha. Juntem tudo e façam as contas. Eu fiz ano passado. É muito dinheiro. Se você considerar ainda que esse dinheiro poderia estar investido e rendendo...

2. Estacionar. Tem gente que não liga, mas eu odeio procurar vaga na rua, odeio me sentir ameaçada por flanelinhas, odeio ter que pagar estacionamento, odeio o medo de o carro ser roubado. Com as cidades cada vez mais cheias de carros, estacionar fica cada vez mais crítico. Isso sem contar fazer baliza. Eu nem acho muito ruim, mas dá uma certa preguiça.

3. Trânsito. É chato e perigoso. A maior maravilha de andar de ônibus ou táxi é poder ler um livro, pensar na vida, dormir... Ficar tensa, sendo fechada por motos, ouvindo buzinas e freadas bruscas, desviando de buracos... Não curto, mas é a vida de quem tem carro.

4. Acidentes. O trânsito tem ficado cada vez mais perigoso. Em estrada, eu não dirijo. É tanto acidente, tanta gente morta, tanta carreta desgovernada, gente dormindo no volante e fazendo ultrapassagens malucas. Morro de medo. Eu e o namorado temos optado sempre por viajar de avião, quando preço e local permitem, ou ônibus. Acho mais seguro.