Carros Usados Bayeux, Paraíba

Carros Usados em Bayeux. Encontre endereços e telefones de lojas, concessionárias e autorizadas em Bayeux que vendem Carros Usados.

Barcelona Veículos
(83) 3224-0541
Avenida Nossa Senhora de Fátima 1944
João Pessoa, Paraíba
 
Safira Veículos
(83) 3224-0900
Avenida Presidente Epitácio Pessoa 409
João Pessoa, Paraíba
 
Atlântica Veículos
(83) 3225-1733
Rua Feliciano Dourado 550
João Pessoa, Paraíba
 
Shopping Car Veículos
(83) 3222-5235
Rua Américo Falcão 81
João Pessoa, Paraíba
 
Abrantes Veículos
(83) 3224-6902
Avenida Nossa Senhora de Fátima 1635
João Pessoa, Paraíba
 
Kapital Veículos
(83) 3225-3550
Avenida Nossa Senhora de Fátima 1852
João Pessoa, Paraíba
 
Brazmotors Veículos e Peças
(83) 3216-6800
Rua Afonso Barbosa de Oliveira 701
João Pessoa, Paraíba
 
Cavalcante Primo Veículos
(83) 3233-8597
Rodovia BR-101 km 01
João Pessoa, Paraíba
 
Nil Veículos
(83) 3244-6913
Avenida Nossa Senhora de Fátima 1881
João Pessoa, Paraíba
 
Alfa Veículos
(83) 3221-4492
Avenida General Bento da Gama 220
João Pessoa, Paraíba
 

Carros Usados

Comprar um carro seminovo pode ser um ótimo negócio. Como nos primeiros anos de uso os carros têm uma forte desvalorização, ao comprar um carro com menos de três anos de uso, é possível obter bons descontos. E, tomados os devidos cuidados para encontrar um carro em boas condições, o seminovo pode não deixar nada a desejar em relação ao zero quilômetro e ainda representar um bom "upgrade" na compra.

Veja a seguir algumas vantagens de comprar um carro seminovo.

1. Descontos no preço de compra

Pelo mesmo valor de um novo, o mercado oferece carros seminovos mais sofisticados, potentes e equipados. Isso acontece porque no momento em que o carro sai da concessionária e nos primeiros anos de uso ele sofre a perda mais significativa de valor.

Os dados mais recentes sobre depreciação de veículos, divulgados pela Agência Autoinforme em novembro de 2012, mostram que entre os quase 800 carros pesquisados, as depreciações após o primeiro ano de uso variam entre 10,8% (depreciação do Celta) e 25,6% (Jeep Cherokee).

Quem não se importa em não ter um carro com “cheirinho de novo”, além de não sentir essa desvalorização no próprio bolso pode se aproveitar disso ao comprar um seminovo com desconto.

Segundo Amos Lee Harris Júnior, diretor da Universidade Automotiva (Uniauto), muitos compradores sonham em ter um carro zero, por isso não buscam inicialmente os seminovos. “Mas, quando percebem que com o valor que têm na mão só comprariam um carro pequeno, com poucos opcionais e que não atende às suas necessidades, eles procuram um usado mais equipado pelo mesmo valor”, comenta.

É evidente que nem todos os seminovos são vendidos em perfeitas condições, por isso o preço não deve ser a única preocupação. Na hora da compra, é importante tomar alguns cuidados para checar o estado geral do carro, pedindo a um mecânico de confiança que faça uma vistoria e fazendo um test drive prolongado. Algumas revendedoras permitem que o comprador teste o carro por alguns dias.

“Não existem dois seminovos iguais. Um pode ter mais quilometragem, outro terá um maior desgaste do pneu. Mas sempre é possível encontrar ótimas oportunidades. Eu acompanhei recentemente a venda de um Hyundai Azera com dois anos de uso por 52 mil reais, metade do preço do zero quilômetro que é próximo de 130 mil reais”, afirma Ilídio Gonçalves dos Santos, presidente da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos).

2. Perdas menores para quem troca de carro com frequência

Se o proprietário precisar troca de carro com frequência, por exemplo, por causa de um emprego que envolve a mudança de país a cada um ou dois anos, ao comprar sempre carros novos ele perderá muito dinheiro.

Trocando o carro em pouco tempo, a depreciação elevada dos primeiros anos do veículo pesa ainda mais no bolso. Por isso o carro novo é mais indicado para quem pretende ficar com o carro por mais de três ou quatro anos, quando a desvalorização começa a se estabilizar.

3. Maior economia de combustível

Carros movidos à diesel, híbridos e veículos com motores de consumo reduzido costumam ser mais caros que outros carros. Por isso, se o valor disponível para a compra do carro for suficiente para comprar um novo convencional ou um seminovo com maior economia de combustível, novamente o carro usado pode valer mais a pena e trazer economias não só no ato da compra, como na sua manutenção.

O diretor da Uniauto acredita que abrir mão de um novo para comprar um seminovo a diesel, por exemplo, só faz sentido se o motorista chegar a uma altíssima quilometragem, pois só assim a economia do diesel compensará. Mas no caso dos motores mais eficientes e híbridos, como a economia é mais expressiva, a troca pode valer a pena. “Além da maior economia de combustível, há uma tendência de mercado que aponta para a valorização de carros com consumo mais eficiente. Como o preço da gasolina pode chegar a patamares que nós nem imaginamos, esses tipos de carro podem se valorizar em relação a outros futuramente”, diz Harris Júnior.

4. Vantagens para quem usa pouco o carro

A principal desvantagem em comprar um carro seminovo são os gastos com manutenção, que podem ser maiores do que os de um carro novo, principalmente se o antigo proprietário não fazia um bom uso do carro.

Mas, para quem já tem um carro para o dia a dia, um seminovo pode ser a melhor opção como segundo carro, voltado para os fins de semana ou momentos de lazer, por exemplo. O uso menos severo reduz as chances de problemas de manutenção, e o preço menor possibilita a compra de um carro mais sofisticado e confortável, que combine mais com as horas livres.

5. Seminovos podem vir com mais equipamentos

Milad Kalume Neto, gerente de desenvolvimento de negócios da consultoria automotiva Jato Dynamics, explica que algumas montadoras, em busca de tornar o preço do carro mais competitivo no mercado, acabam criando uma nova versão de um determinado modelo com menos equipamentos e mais barata. “Esse reposicionamento de preço ocorre com certa frequência e já aconteceu com a BMW há um tempo, com o Golf e com o Porsche Cayenne. As montadoras tiram alguns opcionais para reduzir o preço de um carro que não está vendendo muito”, diz.

Nesses casos, além de o seminovo ter um valor menor, ele virá mais equipado do que a versão nova do mesmo modelo, o que o torna uma opção ainda mais interessante.

6. Seminovos podem ser mais indicados para motoristas iniciantes

Apesar de o primeiro carro normalmente ser associado ao sonho do carro zero, o seminovo pode ser mais indicado para o motorista iniciante. Em geral, quem tem pouca experiência na direção desgasta mais o carro. Além disso, eventuais batidas vão "doer menos", e será possível ter um carro mais confortável e fácil de manter do que um zero quilômetro mais caro.

7. A garantia da montadora é mantida

Mesmo que o carro seja vendido, a garantia da montadora permanece pelo tempo que foi acordado na venda. Isso significa que se um carro tiver três anos de garantia e for vendido com um ano de uso, o novo proprietário continua contando com a garantia por dois anos. “Além da garantia que a revendedora que vendeu o carro dá, de três meses, há a garantia das montadoras, que hoje em dia pode chegar a cinco anos”, afirma Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto.